Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

1º Distrital A.C.D. Setúbal Valência Nacional I 2022 é de Jaime Santana Palongo

Bom dia, boa tarde ou boa noite conforme a hora que estas palavras estão a ser lidas… Fomos até à bonita cidade de Setúbal conhecer Jaime Santana Palongo… e participar num dia de glória… Visitámos um eterno apaixonado pelos concursos de grande fundo… os seus pombos treinam nos concursos de velocidade e meio Fundo… e depois competem na longa distância. São formas de estar na columbofilia… e para aqueles que não concordam , devem aceitar pois cada um desenvolve a sua forma de estar e participar de forma muito particular e diferente de individuo para individuo.

A famosa cadeira das grandes esperas…

A estrela da companhia esta campanha de 2022 é precisamente a pomba vermelha que apresentamos de seguida… uma pomba comprida mas de externo curto, muito agitada na mão mas bastante tranquila no pombal. Foi constatada de Valência nacional I ás 15:12:33, percorreu uma distancia de 721121.4 m a uma média de 180,005.

Filha de um macho Lilás de Manuel Afonso de Setúbal X Pedrada Arminda (Linhagem cultivada à muitos anos neste pombal)

Um enorme prazer nos deu esta entrevista, um momento que nos encheu o coração pela forma como fomos recebidos. Dizia-nos o Jaime… “estou feliz por este resultado, mas também bastante satisfeito porque a vossa visita é sinal que os pequeninos também são gente nos pombos e merecem como merecem os grandes… o normal é quando ganha um dos tubarões vai tudo a correr lá… mas hoje o momento é meu… e são sinais de mudança nos tempo”…

Classificação Distrital Valência Nacional I 2022

0375988/20 POR32911Jaime Santana Palongo15:12:331380.0051000
0363748/20 POR3183Alberto Jose Carrapico15:35:411367.443999
0368581/20 POR60319Sol Nascente A15:20:271366.390998
0366035/20 POR37906Asas do Barreiro15:33:191353.532997
9102588/19 POR54550J A C15:43:431345.761996
6515256/16 POR57567Alberto Luis Tente Rosa15:35:011337.998995
0368433/20 POR60576Asas de Fernao Ferro15:45:471330.893994
9022870/19 POR60318Aroeira & Ramos15:37:411330.078993
9500796/19 POR43359Os Videiras15:50:051327.502992
10º9106916/19 POR60960Irmaos Cana Verde15:52:131324.297991

Um pombal simples, mas funcional e revelador de um cuidado muito diferenciado dos atletas… dizia nos o Jaime que os ordenados são baixos e não pode comprar pombos nem produtos caros, e ás vezes nem os baratos… mas com trocas com amigos e alguma ginástica financeira, vai conseguindo manter-se na columbofilia.

Foi um dia de glória, o nosso entrevistado desde rapaz novo que tem pombos, sempre gostou das provas de longa distancia, e o seu sonho nunca foi vencer campeonatos, mas sim ver chegar um pombo vindo de 900 ou 1000 km e pousar no patim e que chegasse o momento que esse atleta fizesse um primeiro distrital… não há palavras para descrever as emoções deste homem… que esperou tanto tempo para se sentir realizado…

Ao escrever estas palavras eu próprio me emociono… são homens como o Jaime Palongo que nos fazem pensar na ligação que este maravilhoso animal pode estabelecer com o seu dono, o esforço que faz para regressar a casa, contra tantos contratempos e depois no momento da reunião os sentimentos que desperta em nós columbofilos, aquele momento que o coração salta e fica aos pulos, aquela ansiedade repentina que surge quando parece que vem lá um no horizonte… não se explica… apenas se sente.

Outra excelente pomba… a 2º do pombal de Valência nacional I 2022… outra boa marcação 20º Distrital – Origem de Mário Palongo

Ainda pedimos ao nosso amigo que nos descrevesse a linhagem que tem cultivado ao longo dos anos, até chegar a este momento de felicidade, mas não é fácil atribuir nomes a estes pombos, são os seus azuis, os pedrados, os vermelhos e os pretos. Nascido em 1964, sensivelmente desde os seus 17 anos que se iniciou na columbofilia com o seu irmão. Dai para cá o melhor dia foi este… chegou a ter uma preta que se classificou muito bem em Barcelona…mas esta vermelha foi aquela… nunca joga aos campeonatos… a sua columbofilia é praticada ao momento. Tem poucos pombos e quando um amigo lhe oferece um pombo ele testa e vai guardando aqueles que nos 700 km pousam direitos na prancha para depois serem encestado lá longe… como ele diz…

Há uma expressão que jamais esquecerei e que aprendemos nesta visita… muitas vezes os senhores columbofilos manuseiam os pombos, opinam sobre o valor desportivo dos mesmos só de os apanhar com as mãos e até dizem se o pombo está em forma ou não… mas Jaime Palongo apenas nos diz que independentemente do corpo de cada pombo da sua linhagem ou forma aparente… naquele dia :”tem de estar nessa disposição”… este ano as duas meninas que estavam com disposição no Valência, já não são encestadas mais… para o ano que vem, já estão mais maduras e já deixaram descendência, vão voltar a Valência e se correr bem vão a Barcelona…

Parabéns caríssimo Jaime… e para aqueles que anseiam a sua satisfação… trabalhem e não desistam…o dia chegará… um abraço a todos os columbofilos… até breve…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: