Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Martinho & Vasco – Campeões Crónicos no Distrito de Leiria

Viva companheiros da arte de criar e competir com pombos correio. Hoje é um dia em que a nossa cabeça vive momentos com sentimentos ambíguos e contraditórios. Por um lado estamos extremamente felizes por abraçar mais um projecto que nos vai dar um enorme prazer levar avante, que é a divulgação da columbofilia do distrito de Leiria mas por outro lado, muito preocupados com a falta de mobilização nacional com o intuito de resolver as questões relacionadas com a columbofilia e o novo Confinamento que está prestes a começar. Teremos alguma directiva ou resolução prevista para as coletividades poderem fazer treinos pré campanha? No confinamento como se deslocam os columbofilos ás concentrações e coletividades se estas forem fora dos seus concelhos? São estas e outras duvidas que começam a deixar os amadores preocupados…acredito que tudo será resolvido com maior ou menor esforço. Faremos uma campanha com um inicio algo atípico ainda…mas tudo se deve compor… Mas o destaque hoje é outro… escrevemos este artigo para trazer ao grande público a dupla Martinho & Vasco… vamos a isso…

Martinho.. vencedor catedrático no Distrito de Leiria na Frontaria dos Pombais de competição

Como anunciámos anteriormente a Associação columbofilo do distrito de Leiria estabeleceu protocolo com o columbofilia online e de agora em diante estaremos mensalmente a ajudar na divulgação dos melhores pombos, melhores columbofilos, dirigentes e todos aquele que façam noticia relevante para o desporto Columbófilo… é uma sensação especial tomar este desafio… Agradecemos a confiança da Associação e pedimos única e exclusivamente aos columbofilos, alguma simpatia , colaboração e talvez um pouco de paciência, pois não conseguimos ir a todo o lado ao mesmo tempo… mas com o devido tempo caro amigo lá chegaremos… No dia de hoje fomos ao encontro da dupla Martinho & Vasco e temos o enorme prazer de começar mais este périplo columbofilo… Bem vindos caros amadores do Distrito de Leiria.

Classificação Concorrentes Meio Fundo Distrital ZN 2019

Class.SócioNomeColectividadePontos
52961Martinho & VascoSoc Columbofila Marinhense5435
6652Armindo Costa MotaSoc Columbofila Marinhense5427
2004Abilio Vieira MarquesSociedade Columb Campos Lis5396
12473Albino Manuel Cruz SantosSociedade Columb Campos Lis5381
40447Valentim & ValentimSociedade Columb Campos Lis5362

O nosso entrevistado nasceu em 1959, conta com 61 primaveras, é o homem que habitualmente trata da colónia, o Vasco seu sócio, fica mais resguardado e entra ao serviço apenas em caso de necessidade. A sociedade começou em 2006, na altura como trio columbofilo: Martinho, Vasco e Mapril, a ideia era manter os voadores onde ainda estão hoje e os reprodutores em casa do Mapril… entretanto este último deixou a sociedade por volta de 2009 e dai para cá têm-se mantido como dupla.

Corredor frontal de acesso às varias secções

O Martinho em jovem não por influencia de seu pai que nunca teve pombos, mas sim por influencia de amigos, começou na columbofilia com 17 anos e o Vasco também começou novo, este sim por influencia de seu pai que era columbofilo, por sinal um bom jogador na especialidade do Fundo.

Classificação Concorrentes Distrital de Fundo ZN 2019

52961Martinho & VascoSoc Columbofila Marinhense1646
38441Alvaro Jorge SilvaSecção Columbofila Meirinhas1630
6646Mapril Duarte GandaraSoc Columbofila Marinhense1574
38444Joao Marques FernandesGrupo Columbofilo Pombal1522
59687Asas PintadasSecção Columbofila Meirinhas1507

Encestam na sociedade Columbófila Marinhense e ai já ganharam, como se costuma dizer: tudo o que havia para ganhar: venceram as varias especialidades e o campeonato Geral por inúmeras vezes. A nível distrital também a conversa não muda muito, já foram campeões distritais e de Zona desde velocidade, Meio Fundo, Fundo e Geral mais do que uma vez. Conseguiram, por varias vezes ter pombos a vencer anilhas de ouro prata e bronze a nível distrital também. A Nível nacional fizeram uma proeza formidável que foi o facto de terem conseguido que a mesma pomba fosse duas vezes campeã nacional Sport Fundo. Como columbofilos em 2015 alcançaram o 3º lugar no campeonato nacional de fundo, esses prémios foram recebe-los a Reguengos de Monsaraz.

Entrega prémios distritais 2019

Na foto em baixo temos a honra de apresentar a menina que foi dois anos seguidos campeã nacional Sport Fundo: 2015 e 2016. Os columbofilos já receberam inúmeras propostas de compra por ela… mas têm conseguido segurar a menina dos seus olhos… que para além dos feitos que fez como voadora, os seus descendentes têm marcado os últimos anos da colónia. Não só ela claro está, mas ela tem contribuído em grande para os maiores sucessos alcançados.

A base desta reprodução é em grande maioria assente nos Pombos Van Loon. Em 2006 adquiriram via Rui e Paulo Rodrigues um macho e uma fêmea, os dois Van Loon originais e nesse dia enquanto faziam o negocio há um pombo que chama a atenção do Martinho… ficou com a ideia nele, pediu informações para também poder comprar, mas o negocio não se concretizou… mas mais tarde O Mapril ainda fazia parte da sociedade na altura, acabou por ir buscar esse pombo… esse macho veio a ser o Avô da Bi Campeã nacional, também ele Van Loon. Esse reprodutor foi acasalado com uma pomba do Staff, e este casal deu inúmeros pombos ganhadores… inclusive o pai da Craque…temos esse pombo fotografado mais à frente… a mãe da super voadora, é uma pomba da charneca da Caparica do pombal do sr. Fernando, na altura este desistiu da columbofilia e o Martinho adquiriu o seu casal de fundo, que por sua vez esse casal deu a Pomba que é a mãe da Bi campeã Nacional.

Pena que só temos para mostrar as classificações de um dos anos… ficará para uma próxima…

Para alem destes pombos na reprodução a fazerem a grande diferença têm um macho Gaby de Staff, adquiriram também um outro macho da linha do Figo, mais dois pombos de Atilio Cardeira, já falecido que era seu vizinho e por fim uma fêmea Leo Broeckx que também tem dado filhos muito bons.

Existe um quadro na parede do pombal onde é registado semanalmente os pombos que vão a concurso e registada a sua prestação, tudo é pensado ao pormenor, para poderem fazer a selecção da semana seguinte e preparar os escolhidos para o campeonato de fundo com cautela, dentro da qualidade e dentro do grupo de pombos que têm quilómetros suficientes nas asas para poderem obter uma boa classificação… nunca enviam pombos com 500 ou 600 km feitos anteriormente em acumulado para um concurso de 650 km, na opinião dos entrevistados: é mandar o pombo para a fogueira. Há que ter a as asas e o corpo em geral preparados para os embates futuros.

Fotografia de uma das secções de Fêmeas de Competição

A consanguinidade não é uma pratica comum neste pombal… a principal ideia de seguimento de linha é no final de cada campanha tirar filhos aos melhores voadores, e os melhores voadores de todos passarem para o pombal de reprodução e sempre que possível e sem olhar a pedigre, ir introduzindo um pombo ou outro com qualidade e se possível com provas dadas.

A aposta destes columbofilos é diversificada, gostam de afirmar que vão a todas, sendo que a especialidade da velocidade é aquela que apresentam alguma dificuldade, devido à mão pesada, dizem-nos… os pombos nesta casa andam sempre bem alimentados, porque não conhecem ninguém que trabalhe bem com fome. Quando chegam as provas de 10 horas de voo ou mais, são aquelas em que se sentem mais confortáveis… até na forma de alimentar a confiança extravasa nas semanas do fundo. Têm consciência que não marcam melhor nas provas rápidas, e assumem esse prejuízo, mas vão compensar mais tarde quando os concursos tocam a reunir.

As instalações estão distribuídas da seguinte forma: nos voadores são 4 secções independentes com corredor frontal para fêmeas e 3 secções com ninhos também com corredor frontal para machos… os atletas do fundo não estão em secções diferentes daqueles que são jogados na velocidade e Meio fundo… comem todos de igual modo, e por norma sempre a grado, porque os Quilómetros vão-se somando na campanha de semana para semana, e se os pombos forem a 1 Meio fundo, já com alguns concursos nas asas e este acaba em prova de 6 quase 7 horas de voo se não levarem mantimentos não podem fazer a viagem ate casa no bando da frente. Nos reprodutores, onde habitam cerca de 70 pombos entre machos e fêmeas, estão divididos por dois pombais, um com ninhos e outro só com poleiros.

Um pombal pensado ao pormenor, desde as entradas de ar, à extracção do dióxido de carbono

Deixam nos algumas velhas máximas: “há 5 coisas fundamentais na columbofilia:”

  • Instalações praticas e que proporcionem uma boa condição aos atletas;
  • Pombos bons;
  • Saúde;
  • Alimentação sempre de qualidade todo o ano;
  • Maneio do columbofilo.

Sem a conjugação destas 5 premissas nenhum columbofilo chega ao topo.

Gostamos muito de ver os pombos, apresentavam uma qualidade de plumagem muito boa, bastante sedosos, pena muito assente e cores vivas. Estão cheios de energia e voam com uma alegria notável.

Desejamos acima de tudo que esta dupla que entrevistamos tenho um enorme sucesso já a começar nesta época que se avizinha, há sensivelmente 2 anos atrás Martinho & Vasco tiveram alguns problemas na colónia, a campanha não correu ao nível habitual, mas tudo deve estar sanado e preparado para novos sucessos.

Foi um prazer visitar esta instalações e poder passar alguns momentos em família, obrigado pela vossa simpatia e pela forma carinhosa como nos receberam.

Depois de algumas reuniões com a ACD leiria e de estar estabelecido o protocolo, foi-nos pedido que divulgássemos a columbofilia local. iniciamos o processo por dois grandes campeões do distrito, hoje apresentamos a dupla Martinho & Vasco e dentro de alguns dias lançaremos Carlos Pescada.

Mais uma das craque do Pombal… esta para além de grande voadora…tem sido uma mais valia no Pombal de reprodução

Filha do Gaby Velho Staf Theews X Van Loon

Vista Geral dos Pombais de Competição

Como forma de recordação deixamos um momento importante da historia da columbofilia local, quando vários concorrentes desta zona fora entrevistados… pena que muitos dos meios de comunicação e divulgação da columbofilia… tenham desaparecido com o tempo.

Pelo que pudemos constatar, não será a ultima vez que visitamos este pombal…o motor está oleado e sem sombra de duvidas que alcançará muitas vitoria… e cá estaremos para as noticiar.

Ficamos com pena do Vasco estar muito ocupado e não poder ter estado connosco, mas numa próxima oportunidade privaremos com certeza com ele…. deixamos um abraço aos dois e a toda a sua família.

Um abraço a todos aqueles que nos acompanham. Desejamos que se mantenham saudáveis… dentro de horas receberemos as noticias quanto ás regras para o novo confinamento geral do país e esperamos que a columbofilia não saia muito afectada… e esperamos também que a nossa estrutura esteja a altura de responder ás necessidades dos columbofilos… aguardamos proximamente uma posição das nossas organizações… até porque os treinos oficiais estão ai à porta… alguns distritos ainda não receberam a aprovação de calendários e existem inúmeras questões a resolver num curto espaço de tempo.

Boa sorte. até breve…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: