Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Bruno Guerra o caminho pela columboterapia…

Bom dia a todos aqueles que seguem o nosso trabalho no columbofilia Online. O dia de hoje para mim que escrevo estas palavras é especial, e digo isto por dois motivos, por um lado, estou a fazer um artigo sobre um jovem columbófilo com quem tenho desenvolvido uma amizade  e que tive o privilegio de acompanhar neste seu reaproximar à columbofilia, e por outro o facto de falar de um tema que me seduz e me diz muito, ao fim ao cabo, posso dizer que me toca no coração, nomeadamente a columboterapia. Fique comigo e acompanhe mais esta história…

Pombal Bruno Guerra- Excelentes marcações no seu primeiro ano – 2020

IMG_7529

Bruno Guerra, 38 anos de idade, iniciou a ligação à columbofilia quando o seu pai em 1984\85 começou a concorrer, tinha ele 2 anos de idade e já o acompanhava, tal como os seus filhos o acompanham neste momento. Foi desenvolvendo gradualmente o gosto pela modalidade  que chegou a um ponto em que os seus pais utilizavam esse facto para o motivarem nos estudos… “quem não se porta bem… não assiste às chegadas e não vai ao pombal…” foi criado sempre nos pombos e sempre foi o seu desporto de eleição. Entretanto o seu pai faz sociedade com o irmão, a sociedade era Guerra & irmão, Armando Guerra e Nuno Guerra, os dois policias de profissão. O nosso entrevistado continuou sempre a acompanhar este percurso. São estes os dois grandes responsáveis por esta paixão do Bruno.

8846 Bruno Guerra.jpg

Por situação profissional terminam com os pombos em 1996, ficou Bruno Guerra a liderar a colónia, sendo ainda um rapaz muito jovem, em 2003 concorre sozinho pela primeira vez, com 21 anos de idade, encestou dois anos nesta condição, mas entretanto nasce o seu primeiro filho… e parou a columbofilia… era necessário trabalhar nomeadamente  dando aulas de kikboxing e organizar uma vida familiar… não dava para ter os pombos.

Secção Machos Competição

IMG_7518.JPG

Devido a um grave acidente, com a queda de um muro de 4 metros de altura, todos os planos idealizados foram por agua a baixo, fica profundamente incapacitado. Na altura os médicos queriam amputar-lhe a perna, mas essa decisão foi contradita pelo Bruno, que  lutou sempre para que se encontrasse outra solução. Conseguiu manter a perna, caindo no entanto numa cadeira de rodas durante bastante tempo… lutou diariamente durante anos para se levantar dessa situação, conseguiu com muito esforço sair dessa cadeira e passar para as muletas… aguarda junta medica entretanto para avaliação das percas, mas tudo aponta para uma invalidez na casa dos 68 %. A luta que tem travado foi em todos os momentos acompanhado pela sua família, nomeadamente a sua esposa Mariana que tem estado sempre presente nos bons e nos maus momentos.

Secção Fêmeas Competição

IMG_7524

O desporto que sempre gostou e que mexe com o Bruno sempre foi a columbofilia, e presentemente conseguiu regressar, com bastantes dificuldades, em virtude da parte económica estar difícil e o corpo não lhe permitir trabalhar nas áreas que estava preparado. Um jovem habituado aos palcos mais altos de repente vê-se privado da sua vida. Foi campeão regional de Kikboxing, campeão nacional um ano,  Vice Campeão Nacional dois anos e Vice Campeão Ibérico mais uma vez… conseguiu uma carreira brilhante no desporto de combate, jovem, com uma “Carinha Laroca”, todo um futuro pela frente, recebia um bom salário, tudo corria finalmente bem na sua vida e de repente vez é privado do seu sonho, sem mobilidade e desanimado.

0744 Bruno Guerra

Bruno Guerra apontou as suas baterias em 2019 para regressar à columbofilia, mas todos nós que somos amadores ou profissionais desta actividade desportiva sabemos que a nível financeiro as coisas já não são o que eram, falamos de montantes avultados para manter uma colónia minimamente competitiva. Dizemos nós que conhecemos o Bruno que se ele fosse ajudado, com a força que ele demonstrou no desporto de combate e mesmo neste seu primeiro ano de regresso à columbofilia, poderia chegar longe e encontrar nesta actividade uma forma de viver… seria um sonho fazer um percurso ligado ao pombo correio onde pudesse ser tão bom ou melhor do que foi nos ringues… esse seria  o seu sonho.

Fomos visitados por um amigo…

IMG_7542.JPG

Família Guerra…

IMG_7597

Gala  ACD Lisboa 2019

IMG_5508.JPG

Para o sonho começar a ser uma realidade foram necessários alguns apoios institucionais nomeadamente da parte da Federação Portuguesa de Columbofilia que desde o inicio se prontificou a ajudar e tem sido uma ajuda preciosa, apoiando a alimentação, suplementação e vacinação dos atletas. Depois a Associação Columbófila do distrito de Lisboa que desde a primeira hora e sabendo de toda esta situação, patrocinou para além da campanha desportiva, promoveu um encontro de esforços entre a FPC, a própria associação e a marca Benzing, através da qual lhe foi oferecida uma entrada electrónica. Se não fosse esta parceria a vida do nosso lutador teria parado e nada do que está a acontecer seria possível.

Gala Anual ACD Lisboa 2019

IMG_5480

O desafio que se coloca agora é por um lado tentar manter os apoios já alcançados, por outro continuar a evoluir enquanto columbófilo e fazer evoluir a equipa de competição e ainda conseguir chegar a um grupo de atletas cada vez mais ganhadores, uma vez que a vitoria ajuda a manter os níveis de motivação elevados. Quanto ao local onde o pombal esta edificado, é alugado, chegou  a temer-se o pior, que era a possibilidade do pombal ter de sair, mas esse assunto deverá estar ultrapassado por agora. Há data que visitámos o Bruno e os seus pombos, ficámos um pouco assustados com essa possibilidade, mas a normalidade foi reposta, terá sido a nossa visita… fica a historia para contar mais tarde…

Parceria estabelecida: Bruno Guerra, ACD Lisboa, FP Columbofilia e a Benzing

IMG_5514.JPG

Para além da amizade com o nosso entrevistado, um dos intuitos da nossa visita era saber onde estava Bruno Guerra e como tinham sido aplicados os apoios que foram chegando, pois bem aqui o temos em força, fazendo um campeonato bastante interessante só com borrachos, já a mostrar aos adversários que podem contar com ele. A ajuda valeu a pena! As próprias expectativas foram superadas e o Homem voltou a sentir as emoções de quando andava no desporto de Combate. Mostra ser ambicioso e dedicado.

Família Guerra na Frontaria do Pombal Competição

IMG_7603

Alguns columbófilos ajudaram também neste processo, alimentando o pombal com alguns pombos reprodutores e borrachos. O Bruno agradece-lhes efusivamente, a saber: Abílio Pereira (Cesário & Abílio Pereira), Pedro Almeida (Sol Nascente), Paulo Franco, Hélder Galveia, Pedro José, Jorge Oliveira (Joca Pigeons), João Ameixa, ao Diogo (Os Casas) e António Estrangeiro (Tutipet).  Quando deixou de mandar devido ao Covid 19 estava em 4º na Geral, 4º Lugar no meio Fundo, 4º na velocidade e tinha os 11 melhores borrachos da colectividade Algueirão e Mem Martins, que é competitiva e onde encestam excelentes columbófilos.

Posição Nº Concorrente Nome do Concorrente Pontos Geral
1 59024 AVELINOS, BARROSO & CAMOLAS 682
2 55378 FRANCISCO BAIAO MACHADO 679
3 20787 ANTONIO OLIVEIRA LOURO 674
4 48658 BRUNO GUERRA 628
5 34293 ANTONIO VITOR SILVA PATAO 611

Agradece também muito ao seu pai que lhe construiu o pombal, em virtude da sua locomoção estar comprometida, e é uma pessoa fundamental na motivação columbófila e na sua vida em geral.

destaque bruno Guerra

Cada indivíduo desenvolve – se com base nas experiências que encontra e o Bruno encontrou na columbofilia\ columboterapia um escape e uma forma de estar na vida. Cada vez mais as crianças, jovens e até adultos  apresentam comportamentos desviantes , originados muitas vezes pela falta de uma ocupação que os valorize a si próprios e junto dos demais . A exclusão  pode implicar uma falta de confiança e de auto – estima, empobrecendo as  capacidades para o ser humano melhorar a sua situação social presente e futura . Promover a auto – estima e a confiança só é possível se os mesmos experiênciarem diversas formas de sucesso.

A columbofilia é uma actividade interdisciplinar , assente no contacto com os animais , e no trabalho em grupo com divisão de tarefas , que permite ao indivíduo relacionar – se com os outros , descobrir a contribuição que pode dar ao mesmo , desenvolver o sentido da responsabilidade, pelo cumprimento de tarefas no pombal, bem como nas colectividades e Associações (espaço pedagógico) e o sentido da solidariedade, colmatando desta forma os tempos livres e chamando os amadores ao contacto social. O trabalho em grupo também favorece a cooperação intelectual , o desenvolvimento de atitudes cívicas , a aculturação dos valores sociais e a resolução de conflitos sócio – cognitivos .

A Columboterapia, pode e deve ser uma forma de estar na vida e deve ser promovida por toda a estrutura Columbófila.

Posição Anilha do Pombo Nº Concorrente Nome do Concorrente Pontos Geral
1 ****701/19 48658 BRUNO GUERRA 319
2 ****614/19 48658 BRUNO GUERRA 277
3 ****734/19 48658 BRUNO GUERRA 238
4 ****166/19 48658 BRUNO GUERRA 228
5 ****165/19 48658 BRUNO GUERRA 219
6 ****160/19 48658 BRUNO GUERRA 201
7 ****975/19 55378 FRANCISCO BAIAO MACHADO 194
8 ****537/19 48658 BRUNO GUERRA 187
9 ****175/19 48658 BRUNO GUERRA 164
10 ****168/19 48658 BRUNO GUERRA 162
11 ****168/19 48658 BRUNO GUERRA 155
12 ****105/19 48658 BRUNO GUERRA 118

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: