Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Pombo Ás distrital Geral ZE 2019 – ACD Évora é de José Maria Ourelo Araujo

Visitámos Estremoz esta semana… fizemos uma viagem especial e sentimental, fomos ao encontro de alguns amigos concorrentes na fortíssima colectividade da Rainha Santa Isabel. Imediatamente depois da hora do almoço entrámos no pombal do amigo Marco Araújo, umas instalações modestas mas com muita qualidade lá dentro e uma simpatia no rosto típica de um bom alentejano. Este artigo estava pensado para ser realizado alguns dias mais cedo, mas o infortúnio da vida bateu à porta de José Maria Ourelo Araújo, o pai e o pilar columbófilo desta colónia e que venceu este ano o titulo de melhor Pombo Distrital ZE no campeonato Geral. A doença prolongava-se há 9 anos e acabou por lhe tirar a vida recentemente. Deixámos a família fazer o luto antes de os visitarmos e  fotografarmos a craque.

Marco Araújo (filho) no corredor frontal dos pombais de voo

IMG_4520

Fazemos hoje a homenagem ao homem que trouxe o filho Marco para a columbofilia e que partiu cedo demais com 66 anos, deixando uma marca profunda em todos os que lhe eram próximos…onde quer que esteja, estará orgulhoso de seu filho e dos feitos dos seus pombos. Apresentamos a craque de 2019… já no ano anterior visitamos este pombal e este atleta tinha apresentado um percurso espectacular… liderou o distrito durante bastante tempo só que no último concurso falhou, regressou a casa tardiamente, perdendo o titulo para outro atleta da casa…mas este ano não deixou fugir o troféu e cá temos a menina de 2019…

“A Negassa” …27 classificações em duas campanhas…

2º Pombo Ás Distrital ZE 2018

1º Pombo Ás Geral Distrital ZE 2019

5344989.jpg

José e Marco Araújo…numa foto fornecida pela família…

pai e filho.jpg

Classificações Distritais campeonato Geral Zona Este 2019

2019/06/15 107 – Ariza Fundo 540143,0 620 1285,596 1348
2019/06/09 116 – Villamarciel 2 Meio-Fundo 377263,4 1756 1365,330 1343
2019/04/20 109 – Valencia 1 Fundo 632368,5 1195 35º 1593,738 1316
2019/05/04 111 – Valencia 2 (Nacional) Fundo 632604,2 1035 80º 1175,081 1271
2019/03/23 105 – Minglanilha Fundo 524476,9 1430 116º 1803,049 1235
2019/03/10 103 – Carrion de La Calatrava 1 Meio-Fundo 327430,0 3677 203º 1310,692 1148
2019/05/26 114 – Villamarciel 1 Meio-Fundo 377263,4 2122 251º 1522,633 1100
2019/06/23 118 – Torralba de Oropesa 3 Velocidade 248090,9 2028 259º 1185,442 1092
2019/04/14 108 – Santa Cruz de La Zarza 1 Meio-Fundo 397126,2 2939 279º 1145,722 1072
2019/02/24 101 – Talarrubias 1 Velocidade 203767,7 4849 292º 1565,753 1059
2019/04/28 110 – Torralba de Oropesa 1 Velocidade 248090,9 4045 305º 1610,457 1046
2019/03/31 106 – Talarrubias 3 Velocidade 203767,7 4431 459º 1387,748 892
2019/03/17 104 – Carrion de La Calatrava 2 Meio-Fundo 327422,7 3201 478º 1130,508 873
2019/05/12 112 – Santa Cruz de La Zarza 2 Meio-Fundo 397126,2 2181 506º 1661,384 845
2019/03/03 102 – Talarrubias 2 Velocidade 203767,7 4975 727º 1395,351 624

Pombal de Fêmeas de Competição

IMG_4517.JPG

A família destes pombos que nos trazem até à menina (Negassa) de 2019, são pombos cultivados há muitos anos pelo pai, José Araújo. Como caçadores tinham pombos sem anilha que eram utilizados como chamariz na caça ao pombo bravo e a pomba que temos e apresentamos de imediato, mãe da craque, era um pombo da vara que era utilizado precisamente como chamariz, mas entretanto pelo seu comportamento no pombal e beleza foi lhe tirado dois borrachos, de onde nasceram duas fêmeas, uma baptizada de “Negassa” e uma outra que era extraordinária, não se classificava tantas vezes como a mana, mas quando marcava era de “cabeça”… ao certo não sabem a origem destes pombos…mas esta geração vindoura já está a ficar reconhecida por estas paragens pelos “Negassas”.

Mãe da Craque de 2019

araujo mae da craque 2019.jpg

O Pombal inicial não era neste local, era em casa do pai. Para este sitio vieram os pombos há 5 anos, em virtude da doença do José e do facto deste já não ter condições para estar sempre junto dos pombos nem para o maneio da colónia, o Marco trouxe os pombos para sua casa e o pai vinha visitar e assistir ás chegadas…matando o vicio desta forma…sem estar tão em contacto, mas sem o perder por completo.

IMG_4521

O pai da “Negassa” já não está em casa, mas também ele veio do pombal de reprodutores de José Araújo. Na altura vieram na mesma”leva” alguns pombos, onde vinha também esse macho…mas ficou na guerra…já não é vivo. Presentemente a pomba base tem reproduzido com vários machos diferentes e já com bons resultados. Actualmente está a fazer consanguíneos.

Pombal dos Machos de competição

IMG_4529.JPG

O Marco tem pombos desde menino e sempre se lembra de haver pombos na casa dos seus pais. O Pombal inicial era em Santiago no Castelo de Estremoz e passou para o local actual, como dissemos anteriormente há 5 anos atrás. O pai foi sempre o grande impulsionador e o o Marco nunca desistiu por completo por saber o amor que o pai tinha pelo pombo Correio e pela competição. Mudaram as instalações com ajuda de columbófilos locais nomeadamente, Miguel Zacarias, Galante e José Miguens, com materiais sempre reaproveitados e foi sendo construído pouco a pouco e lá foi ano após ano lutando para nunca abandonar a columbofilia.

IMG_4524.JPG

Os pombos que formam a base actual de toda a colónia são na sua maioria oriundos dos pombos de José Miguens, nomeadamente de um macho neto do “400”. Vieram e foram adquiridos vários pombos, a este columbófilo, alguns provaram mais do que outros e a partir dos melhores, o entrevistado foi construindo esta equipa de pombos. O Marco aperta muito a sua selecção, até alguns dos seus amigos e concorrentes que o conhecem acham que ele aperta demais a escolha..neste pombal não se come bago de milho sem se merecer.

IMG_4534.JPG

Concorrente que direcciona a aposta nos atletas para os concursos de forma faseada durante a campanha…ou seja, aposta num primeiro grupo de pombos, enquanto não cansa o segundo, depois assim que o primeiro dá sinal de esmorecer…traz os outros à competição e assim sucessivamente, para poder chegar à ponta final da época e ainda ter pombos frescos para fazer esses concursos. Os que estão no descanso apenas voam e treinam à volta do pombal e fazem treinos em linha curtos. Nunca utiliza a balança, para alimentar e não gosta de dar fome aos pombos, e diz-nos mesmo que o pombo em forma e o pombo bom não come demais…e se comem menos treinam menos…se comem mais treinam mais… afirma perentóriamente, eles comem o que querem e voam o que eu quero…

Para as próximas campanhas um novo projecto surgiu na sua vida… uma parceria com José Miguel Cravo. Vão dividir as tarefas, juntam os melhores pombos de cada um e vão tentar consolidar uma equipa ganhadora no pombal do nosso amigo: Cravo. Boa sorte a ambos nesta nova aventura e que o sucesso apareça rapidamente.

E assim conhecemos mais um craque que voou nos céus de Portugal. Vamos continuando a nossa luta de trazer ao grande público os melhores pombos dos distritos que mantemos actualmente parcerias. Amanhã teremos mais novidades… até lá…

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: