Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Ecomor 2019 -A parte da Tarde…

Caríssimos leitores chegámos à segunda metade da Ecomor 2019. A tarde começou com um excelente repasto de cachaço de porco acompanhado com batata e arroz, o vinho era bom e o ambiente era fantástico. A manhã tinha começado cedo para todos e a esta hora já sabia bem sentar à mesa, descansar e acomodar as barrigas. Para a organização os trabalhos tinham começado praticamente ainda de noite, os palestrantes rumaram de Aveiro, Porto e Beja, com viagens grandes pela frente.

IMG_3771.JPG

Roberto Santos conduziu-nos até à mesa, que este ano estava ali mesmo ao lado do espaço dos colóquios, num ambiente enquadrado com a natureza. Cerca de 50 pessoas partilharam a refeição em conjunto.

IMG_3761.JPG

Durante a manhã o publico ouviu a Engenheira Paula leite da zoopan, Paulo Leite da Zoetis e Carlos Martins da meteorologia, os assunto tratados vieram para a mesa e foram objecto de escrutínio durante a confraternização.

Após a  sobremesa e o café as baterias começaram a apontar para nova entrada no anfiteatro da Apormor, para o reinicio dos trabalhos.

IMG_3768

Uma tarde de luxo. A plateia pode contar com 4 intervenções de excelente nível: Cândido Regal na qualidade de Columbófilo, mas acima de tudo como presidente da Associação Columbófila do distrito do Porto com um discurso virado para o dirigismo e o seu caminho em direcção ao futuro, João Ameixa, campeão nacional de fundo em titulo, Danilo Resende, campeão nacional Absoluto 2019 e Manuel Terra, um catedrático da columbofilia nacional. Os trabalhos começaram e a palavra foi dada a Danilo Resende. A organização tinha pedido aos diferentes intervenientes que preparassem uma apresentação descontraída em detrimento de um discurso longo e moroso. Dando-se privilegio à interacção entre os oradores e o público em vez de discursos compridos e massudos.

IMG_3775.JPG

Depois das apresentações e da dissecação dos percursos de cada um como columbófilos, Hélder Galveia foi fazendo perguntas à mesa sobre os mais variados temas columbófilos e dando a palavra ao público sempre que solicitado. Foi uma tarde especial,  neste momento sinto me  feliz ao escrever estas palavras. É um privilegio ter à mesma mesa uma painel como este e poder afirmar que qualquer um destes oradores são bons amigos e com que mantenho uma relação estreita, enche me de orgulho… eles foram magníficos em ter aceite o desafio, fizeram viagens muito grandes só para poderem partilhar connosco as suas experiências e eu sinto me muito agradecido por ter podido contar com eles…muito obrigado.

IMG_3776.JPG

Danilo Resende é um columbófilo Aveirense, que disputa anualmente os títulos na sua colectividade , no seu bloco e no distrito, nem sempre conseguiu ter uma equipa assim competitiva a este nível, mas nos últimos anos com a ajuda de alguns amigos, nomeadamente o seu amigo Terra, o patamar elevou se e a consistência dos resultados também. Contou nos alguns dos procedimentos de selecção que teve que levar a cabo, e algumas alterações das características que procurava para os seus atletas, bem como os procedimentos que leva a cabo numa semana normal de preparação para a competição.

IMG_3739.JPG

Manuel Terra de Aveiro, na minha modesta opinião é um ícone da columbofilia nacional, muitas vezes na sombra, vivendo de forma discreta. Não gosta da ribalta, nem de aparecer em publico e por eu saber disso e ele ter aceite este desafio estarei eternamente grato. É um columbófilo de mão cheia, campeão distrital em Aveiro, neste momento não tem pombos, mas tem dado a mão a varias colónias e sempre que o seu cunho pessoal entra, esses columbófilos têm disparado no sentido do sucesso. Se falamos de meteorologia, ele está à vontade nesse tema, fazendo previsões muito exactas do que vai acontecer durante os concursos, medias e horas de chegada, se falamos de alimentação, é um conhecedor da matéria… selecção de pombos é implacável.. etc etc foi na realidade um privilegio para todos ouvirem o seu discurso e as respostas ás perguntas do Hélder. Muitos dos presentes não o conheciam mas ficaram agradavelmente surpresos.

IMG_3777.JPG

João Ameixa… bem teremos ainda palavras para falar na família Ameixa?… um homem que vence campeonatos desde miúdo ainda ajudava o seu pai José Ameixa… ainda este ano mais um titulo nacional e logo em Fundo. Era um rapaz tímido, mas que estas lides começam a ser o seu habitat natural. Teve a coragem de contar a sua semana que antecede os concursos de fundo, explicado a alimentação e suplementação diária até ao dia de encestamento, bem como o treino. Falou nos um pouco dos pombos ganhadores na sua zona e abriu um pouco o véu de como procede à selecção e de como ano após ano vai conseguindo sempre encontrar um casal base que lhe dê garantia de sucesso, o ultimo casal encontrado, sempre em consanguinidade, já reproduziu 3 campeões nacionais e inúmeros primeiros prémios e anilhas, bem como campeonatos distritais… estes ainda têm sangue dos primeiros grandes pombos de seu pai.

IMG_3p775.jpg

Candido Regal.. igual a si mesmo… esperava que estivesse um pouco mais polémico…já que nunca tem receio do confronto e não guarda verdades para levar para casa…deixa-as ali mesmo na hora certa. Em virtude de muito se ter falado sobre as características dos pombos que ganham em Aveiro, Porto e Beja também ele como columbófilo foi chamado a opinar sobre o que se passa no Porto também. Mas a sua intervenção teve muito direccionada ao dirigismo e ao caminho que a columbofilia nacional está a levar e para onde deve ela caminhar. Colocamos algumas questões nomeadamente sobre a possibilidade da criação de um coordenador nacional de soltas, ao qual respondeu que não via essa possibilidade a ter algum sucesso, questionamos por exemplo sobre, a falta de comunicação entre os vários agentes que estão envolvidos semanalmente nas soltas de pombos, ao qual nos respondeu que o grupo no watsap criado para esse efeito é uma ferramenta útil para todos os presidentes dos conselhos desportivos das diversas associações e que precisa de ser afinado, porque em muitos casos a ferramenta não é utilizada de forma clara e concisa…enfim muitos assuntos foram debatidos e para quem esteve presente foi sem sombra de dúvida uma mais valia ter se deslocado à Ecomor.

Faltam alguns apoios, nomeadamente das entidades locais para que o evento possa continuar a crescer… com certeza que 2020 terá Ecomor. Um bem haja a todos os que vieram a Montemor-o-Novo e que para o ano sejamos muitos mais.

Deste dia temos algumas reflexões a fazer, algumas serão feitas em vídeo entre Roberto Santos e Hélder Galveia, será como que uma carta aberta ás instituições nacionais e aos columbófilos. Se a ideia de fazer um memorando escrito sobre o que foi debatido na Ecomor, e sobre o caminho que a columbofilia deve caminhar, for paraba frente então nós daremos também o nosso contributo.

Obrigado mais uma vez e até breve…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: