Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Pombo Ás Distrital velocidade – Lisboa ZA é de José Vitorino S. Pinheiro – Alverca

José Vitorino Sequeira Pinheiro é o proprietário da Campeã “PIRI”, a pomba que se sagrou Pombo Ás Distrital de Velocidade da Zona A. Na colectividade União Columbófila de Alverca alcançou a anilha de ouro de Velocidade e o 5º lugar no Campeonato Geral.

Pombal Competição situado na Aldeia Columbófila de Alverca

IMG_2690.JPG

José é um senhor de 60 anos de idade e é columbófilo há mais de 40. Entrou na columbofilia por influencia do seu irmão mais novo, conhecido pelo Alberto dos caracóis, um senhor columbófilo de excelente performance em Alverca há uns anos atrás, campeão nessa coletividade e em Vialonga. Segundo o nosso entrevistado, foi um columbófilo acima da média. Vamos então conhecer a pomba que fez toda a diferença na colónia em 2019 e os seus pais.

Piri.jpg

Classificações Distritais ZA de Velocidade

Data Prova Especialidade Distância Enviados Class. Média Pontos
2019/04/14 408 – Sabugal 2 Velocidade 233182,2 4622 21º 1286,286 1330
2019/05/26 414 – Sabugal Velocidade 233182,2 4214 173º 1839,171 1178
2019/03/02 402 – Caceres 2 Velocidade 238490,4 5001 200º 1425,667 1151
2019/03/30 406 – Sabugal Velocidade 233182,2 5036 359º 1744,045 992
2019/02/23 401 – Caceres 1 Velocidade 238490,4 4937 613º 1435,392 738
2019/06/23 418 – Sabugal Velocidade 233182,2 3415 719º 1043,689 632

Pombal de chegada, actualmente os atletas encontram-se acasalados e a criar descendência.

IMG_2697.JPG

O pai da “PIRI” foi adquirido a Paulo & César da Azambuja ainda em Borracho, um macho Van Loon com Franz Marie.  Frederique Philips no seu inicio cultivou esta linha. Estes pombos há alguns anos atrás, chegaram a dominar a velocidade na Bélgica. Os primeiros desta linhagem ao que apuramos,  que vieram para Portugal foi através da Supra. Este macho pedrado que está fotografado, foi um voador por excelência, mas com más entradas, chegava a horas muito interessantes das corridas, mas depois não entrava…quando passou à reprodução começou de imediato a dar sinais muito positivos. No primeiro ano nasceram dele 4 borrachas… qualquer uma delas foi muito boa.. a que foi oferecida ao seu irmão chegou a vencer a Prata Geral na colectividade de Sacavem e prata Meio Fundo de bloco.

3249007.jpg

A mãe da Campeã é uma fêmea “Vanderest”, oferecida pelo seu irmão, que é uma neta da pomba comprada ao Valentim, uma pomba que estava destinada à reprodução, mas depois de alguma pressão de amigos, a pomba começou a treinar à volta do pombal, depois fez treinos na colectividade e a primeira vez que é encestada a contar, fez 1º prémio… foi um pombo extraordinário a voar e depois a reproduzir.

9520865.jpg

Mais vanderestes fizeram a diferença no seu pombal, nomeadamente uma consanguinia, de uns vanderestes que o Alberto seu irmão adquiriu ao sr. Damas de Cascais quando este acabou com os pombos, vieram alguns onde vinha também um Belga do Xico, o “Cigano” que depois cruzado à vanderest consanguinia fez realmente um casal especial.

Secção de Fêmeas

IMG_2700.JPG

Vamos um pouco mais atrás na historia dos pombos que  realmente se destacaram como reprodutores e que deram o seu contributo até aos dias de hoje nesta colónia. Existiram 3 grandes casais, na altura por infortúnios da vida e ainda em pombal anterior ao actual, foram roubados. O casal 1 que era o casal base, a Piri ainda tem muito desses pombos, o  casal era feito com um macho penas Brancas de José Maria da Silva\ hansenes  cruzado com uma Arminda , daqui nasceu o Matrix que em 3 saidas consecutivas ganhou 2 x 1º e 1X 3º, concorreu 3 anos sempre ao mais alto nível. Outro casal era o Belga do Xico com a vanderest e o terceiro casal era um Belguita cruzado com a “16”, da linha do Rato Branco. Qualquer um destes casais deu anilhas de ouro.

destaque jose vitorino co 2019

Não podemos terminar este capitulo sem falar num pombo extraordinário que passou e deixou a sua marca que foi o “80” que foi campeão distrital em 2005, um macho: Penas Brancas, Vanderest e Armindos caracinhas do Mário Real, pombo voado pelo seu irmão. Na sua casa existiram dois irmãs dele, qualquer um deles, bom reprodutor.

Actualmente juntou a estes os Van Loons, e os Leo Heremans, Figos via Paulo Campos e alguns pombos de Manuel Martins, um deles é muito bom reprodutor.

Caros leitores continuamos na senda de apresentar os melhores voadores do distrito de Lisboa em cada Zona, estamos a fazer o nosso melhor e vamos continuar a fotografar e a trazer até si os atletas campeões… obrigado por nos acompanhar.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: