Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Alfaro Loft – Campeão Distrital Fundo 2019 – ACD Lisboa

Alfaro Loft de José Pedro é a equipa columbófila campeã do distrito de Lisboa na especialidade de Fundo em 2019. Muitos amadores de norte a sul do país são devotos dos grandes pombos de fundo e dos columbófilos que vencem nesta especialidade. Quem passa pela experiência de se sagrar campeão distrital na longa distancia, esperiencia  uma dinâmica e uma vivência diferente… o telefone deixa de estar em silencio, muitas pessoas se aproximam para tentarem perceber o segredo do sucesso… e no caso do nosso entrevistado sendo ele um homem habituado à ribalta e aos grandes eventos não deixa de estar a passar esse momento alegre na sua vida também.

Pombal Reprodutores 1

IMG_1912.JPG

Assim que chegamos ao pombal do José Pedro, o homem conhecido pelos Hansennes e entre os amigos…apelida os seus pombos de “Cabeças de Pau” entrámos de imediato no pombal dos reprodutores, para conhecer, ao fim ao cabo os pombos que venceram o campeonato distrital de Fundo neste ano de 2019 em Lisboa. Este pombal esta dividido em 3 grandes secções: na 1º estão os pombos mais velhos e que são a base de todos os outros, um pequeno espaço onde raramente  sai um pombo para voar… daqui são feitos os consanguíneos e os próximos reprodutores… uma pratica comum no José Pedro… programa os casais, procura determinadas características e quando as consegue, pára imediatamente esses pombos como reprodutores.

Campeonato Distrital Fundo ACD Lisboa – 2019

57410 Alfaro Loft Aveiras 16676
42943 Vergas & Filho Alhandra 16595
56227 Morais, Filhos & Valentim Camarate 16561
59464 Paulo, Cesar & Morais Azambujense 16558
40816 Os Asas Castanheira 16514
54321 Mario Real , J. Manuel & Filhos Alhandra 16454
57811 Familia Cochinho & Gouveia Alhandra 16366
59456 Buda Racing Team Rogerio/Dino Camarate 16309
23704 Fernando Justino Sacavém 16273
10º 59024 Avelinos, Barroso & Camolas Algueirão 16261

Numa outra secção encontrámos os pombos que reproduzem para a longa distancia: os hansennes, com duas linhas distintas, os grandes e os pequenos. A origem de ambos de um dos lados é comum, que são uns pombos que vieram de Espanha do Paco, isto há 22 anos. Foram cruzados e seleccionados entre si e deram excelentes indicações quer como voadores quer como reprodutores, são os Hansennes pequenos, quando foram cruzados com os Desmet Mattijs saíram os Grandes, tudo partiu de uma fêmea que saiu 6 vezes a fundo e fez 6 primeiros, esta parte da historia é mais recente, estamos a falar há cerca de 15 anos atrás. Era uma fêmea adquirida no CIC, na altura que o sr. Inácio veio da África do Sul, o José Pedro comprou-lha numa Exposição no Alentejo em 1993. Actualmente continua a manter os Hansennes puros, sem lhes introduzir nenhum outro sangue, mas estes apenas são feitos para reproduzir, porque depois para voarem já levam os Desmet Mattijs, e assim é feita a equipa para competir. Quando aparecem as provas acima de 10 horas são estes que aparecem e se destacam. Neste pombal existem outros pombos, mas de forma residual, bem como uma ponta de Simon, Raul Sablon…mas a base foi o que relatamos anteriormente.

Pombal reprodutores 2

IMG_1913.JPG

Depois de passarmos uns bons 30 minutos a perceber as melhores características do fundistas, entrámos na secção 2, onde estão os reprodutores mais específicos para velocidade e meio Fundo. Aqui encontramos os Van Loons e Gondelares, pombos cultivados já há vários anos, também estes mantidos em consanguinidade. Este pombos chegaram até si através da Supra. Em 2002 vieram duas fêmeas e um macho através do Paulo Rodrigues, uma das pombos era Van Loon\Val Sonjs, outra era van Loon \ Grondelar e um macho Frederick Philippe \ Laus Lots, filho do “Prince”… com esses 3 pombos chegou a ganhar 1º,2º e 3º…eram voadores extraordinários, primeiro vinham estes e só depois é que vinham os outros, passaram logo à reprodução. Depois mais tarde veio um Van Loon Puro filho do melhor casal de Van Loons que o Paulo tinha, filho do “669” com a “463”… esse macho assim que chegou foi acasalado com as duas fêmeas da Supra e a partir dai tudo mudou também na velocidade e Meio Fundo… até aos dias de hoje os cruzamentos são pensados de entre estes 4 a 5 pombos…

Anilha Ouro Meio Fundo 2018 – Aveiras

Anilha Ouro Meio Fundo 2019 – Aveiras

Anilha Prata Meio Fundo – Vila Nova

6071333.jpg

Prova Data Distância Pombos Class. Média Pontos
2019-402 Caceres 2019-03-02 222.221,5 247 62 1.389,1738 259
2019-403 Talavera de La Reina 2019-03-09 365.220,1 275 30 1.484,2323 291
2019-404 Maqueda 2019-03-16 388.179,2 275 2 1.485,6638 319
2019-405 Sta Cruz Retamar 2019-03-23 418.839,8 261 5 1.771,7756 316
2019-406 Sabugal 2019-03-30 209.550,5 275 45 1.706,2057 276
2019-410 Salamanca 2019-04-28 341.767,6 261 3 1.676,2900 318
2019-414 Sabugal 2019-05-26 209.550,5 231 55 1.546,8787 266
2019-416 Salamanca 2019-06-09 341.767,6 229 39 1.298,7078 282
2019-418 Sabugal 2019-06-23 209.550,5 175 13 1.116,3597 308

Hoje em dia dentro da secção 2 dos reprodutores, todos os pombos têm Van Voon. Uma outra pomba, a “773” de 2005,  entrou muito bem nestes pombais, é uma neta do “530” do senhor Van Loon, uma filha do “522” um dos melhores filhos do “530”. Muitos dos craques do José Pedro, também têm este sangue dentro de si.

Pombal Competição

IMG_1917.JPG

Encontramos uma particularidade muito especial nestes pombais…os bons pombos mais velhos mantém-se em actividade e continuam a reproduzir… mas a grande maioria das apostas, é feita em pombos novos, e assim a vitalidade está sempre assegurada. Os melhores reprodutores na sua maioria nunca saíram à rua, são escolhidos pelo José Pedro e passam directamente para a reprodução. Gosta de acasalar primos entre si, e quando quer apertar um pouco mais faz meios irmãos, ou em ultimo grau, pai com filha.

Pombal Competição

IMG_1919.JPG

Deixamos o pombal dos reprodutores e fomos passar o resto da tarde junto dos borrachos de ano e dos voadores… uma das características que mais me chamou a atenção foi a ausência de peso, na maioria dos pombos, olhos bem pigmentados e asas bem ventiladas preferencialmente com as ultimas guias em bico. Nota se um trabalho bem pensado… por exemplo inicialmente os seus Van Loons\ Grondelars faziam apenas a velocidade e o Meio Fundo e presentemente fazem já os 600 km e mais, depois as 10\12 horas ficam para os negros da casa.

12 encestamentos a Fundo…. 12 marcações

Anilha Ouro Fundo 2018

1º Valência 2019

5265715.jpg

As instalações não são luxuosas, é verdade…mas caros leitores se entrarem ali dentro vão respirar bem, vão se sentir bem, sem correntes de ar ao nível onde habitam os pombos. Se estiverem atentos, a frontaria dos voadores não tem estores, mas estão vedados com uma rede miúda, que permite a circulação de ar, sem entrarem as correntes ou chuva. Tem tectos falsos e uma circulação de ar acima do espaço onde estão os pombos.

Borrachos 2019

IMG_1924.JPG

Estas instalações têm 4 anos, logo a equipa tem os mesmo anos de competição. Anteriormente esteve afastado da competição por vicissitudes da vida, apenas fazia cruzamentos e selecção. Lá atrás a sua historia como columbófilo começa em Vila Nova da Rainha tinha o José 11 anos, entretanto já conta com 48 primaveras, portanto quase há 40 anos na columbofilia. As bases no conhecimento já vinham de seu pai que era também ele columbófilo. Parou durante este trajecto apenas entre 2011 e 2015. Guardou a base, e quando regressou o trabalho já estava começado…

O que lhe dá mais prazer é a reprodução… pensar num cruzamento e depois ver os produto final,  depois encontrar um parceiro que entre bem e só depois ver os resultados que advêm dai. Quando os pombos vêm de encontro ás expectativas… é uma alegria, e uma satisfação que o nosso pensamento vá de encontro ao sucesso.

Secção Fêmeas Velocidade e Meio Fundo

IMG_1928.JPG

A sua equipa de competição, esta pensada para iniciar os campeonatos com 100 fêmeas adultas, os machos raramente competem nesta casa, são muito sensíveis e o local das instalações tem oscilações de temperatura muito grande e é difícil levar os machos à condição. Os borrachos treinam muito, e faz uma equipa de machos borrachos que vão a todas as velocidades e Meios Fundos para seleccionar os melhores. As borrachas competem apenas no segundo ano. Viuvez nos adultos, enquanto os sexos estão juntos nos mais novos.

Secção Fêmeas Fundo

IMG_1930.JPG

4º, 12º Fundo Distrital

6 encestamentos a Fundo… 6 marcações

6517983.jpg

Os seus atletas de fundo, na semana antes do concurso não saem de casa, porque o treino em linha ou o concurso, pode correr mal e entram em grande desgaste e essa energia pode ser fundamental para o concurso seguinte.

Secção Machos Voadores

IMG_1934.JPG

Tal como a reprodução é pensada, também o jogo e a competição também o é. Algumas pombas são preparadas para um ou dois concursos por ano… sendo que outras vão sempre que estão bem, mas para se ser campeão a equipa tem de ser encestada sempre fresca, se pensarmos que vamos encestar as mesmas 15 pombas aos 6 ou 7 concursos da especialidade, num desses ou em mais, vamos falhar.

Os Voadores estão juntos neste momento

IMG_1935.JPG

Anilha Ouro Geral 2019 – Aveiras

5º, 10º, 15º Distrital Fundo etc…etc…

6 Fundos…6 Marcações6177648.jpg

2019-403 Talavera de La Reina 2019-03-09 365.220,1 275 37 1.478,5241 284
2019-404 Maqueda 2019-03-16 388.179,2 275 8 1.460,0522 313
2019-405 Sta Cruz Retamar 2019-03-23 418.839,8 261 53 1.717,1741 268
2019-406 Sabugal 2019-03-30 209.550,5 275 29 1.727,7766 292
2019-408 Sabugal 2019-04-14 209.550,5 275 14 1.230,4786 307
2019-909 Ariza 2019-04-20 627.292,0 116 13 2.022,1093 308
2019-410 Salamanca 2019-04-28 341.767,6 261 16 1.639,9597 305
2019-412 Salamanca 2 2019-05-12 341.767,6 248 20 1.879,0485 301
2019-913 Miranda Del Ebro 2019-05-18 616.617,9 101 1 1.269,5505 320
2019-915 Miranda Del Ebro 2019-06-03 616.617,9 88 1 1.154,4680 320
2019-917 Rada 2019-06-15 711.535,8 87 3 1.225,3467 318

A cevada não entra neste pombal… os atletas comem praticamente sempre ração Sport e quase à sua vontade…os pombos trabalham muito, têm que comer bem… durante a semana de competição voam 60 mn de manha e 45mn à tarde. Segunda feira nunca voam e depois de chegarem de uma prova de muito desgaste, por vezes esses pombos na segunda e terça saem para relaxar 5 a 10 mn e começam os treinos na quarta Feira.

IMG_1938.JPG

Para terminar este artigo deixo algumas palavras aos competidores menos afortunados nos seus resultados. Muitas vezes passamos uma vida inteira na procura de melhores pombos, melhores produtos, melhores esquemas…e muitas vezes a falta de sucesso esta simplesmente numa falta pessoal…e refiro me à falta de programação e registo de ocorrências. Fazemos determinadas tarefas no pombal simplesmente porque vimos alguém  a fazer ou alguém no indicou que era bom de fazer…nem nos questionamos o porquê… é necessário sabermos para onde queremos ir…para sabermos que caminho devemos tomar…questionem tudo…tentem encontrar dentro do próprio pombal os melhores atletas…seleccionem…apontem tudo o que fazem…experimentem ideias próprias…o Caso do José Pedro é flagrante… ele cultiva os mesmo pombos há imenso tempo… programa os seus cruzamentos, dentro das características que conhece nos seus pombos, tentando melhorar este ou aquele aspecto… e vejam o sucesso…

destaque alfaro loft

Desejamos para a equipa Alfaro loft, toda a sorte do mundo e que os resultados continuem a aparecer…aos nossos leitores…continuem a olhar para os seus pombos e não descurem agora a observação… quando um pequeno problema não é encontrado… poderá ser muito maior no futuro. Boa muda…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: