Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Campeão Distrital MF – Campeão Distrital Borrachos ACD Beja – Zona Norte

Bento Moita & Filho

Campeões Distritais Zona Norte de Meio Fundo 2018 – ACD Beja

Bento Moita é o pai que conta com 61 anos, Rui Moita é o filho que tem, residentes na conhecida e famosa pelos seus vinhos, localidade de Pias. Desde que se lembra sempre teve e conviveu com pombos, porque o pai sempre os teve, apesar de não concorrer na altura do nascimento de seu filho. Começaram em 1990 a enviar a corridas, há praticamente 28 anos tinha o Rui sensivelmente 10 anos. Anteriormente o sr Bento teve pombos durante outros 20 anos mas não enviava a concurso.

CO – Reacção a este titulo , Rui?

RM – É o primeiro titulo distrital, é um sonho de criança, isto foi incrível e não estava à espera que acontecesse já este ano, mas na penúltima prova começamos a fazer contas e a ver que se arriscasse-mos era possível e começamos a acreditar…e terminamos com uma excelente prestação neste ultimo concurso.

 

(Na foto podemos ver a sua craque deste ano…uma borracha)

bento moita e filho

Uma expressão conhecido do Rui é precisamente:” posso olhar para 100 pombos pedrados e nenhum é igual”, isso é sinonimo precisamente de quem esta familiarizado com o contacto com pombos, quem tem uma queda especial para lidar com estas aves e de quem gosta muito delas …claro está…

A nível de sociedade já venceu todos os títulos em disputa, a nível de primeiros prémios já não é o primeiro ano que consegue fazer 1º lugar a nível de distrito, e já em anos anteriores tinha conseguido bons resultados como columbófilo, mas realmente este ano de 2018 é a cereja em cima do bolo, com o titulo de Campeão Distrital, Zona Norte de Meio Fundo.

Desde há 5 anos a esta parte, que a sua colónia tem vindo a ser reestruturada, e a principal introdução foi um Belga do Xico adquirido a António Galrão, que são pombos que por norma não vencem anilhas, mas que quando estão bem marcam e classificam se “na cabeça” e na realidade são os pombos que fazem pontos para a equipa que dão os campeonatos, os restantes ganham anilhas, ou simplesmente pontuam para eles próprios. Este macho de 2010, adquirido ao Galrão já tem filhos e netos com primeiros distritais.

Reprodutor Base- Belga do Xico (António Galrão)

belga xico bento moita

As principais linhas de pombos cultivadas são precisamente esses “Belgas do Xico” , um outro casal que foi descoberto recentemente e que tem feito flores e é composto por um macho ainda das suas linhas antigas,  que o seu pai já cultiva há varias gerações no pombal, praticamente desde o inicio, acasalado a uma fêmeas oferecida por Luís Brito da cabeça Gorda. Por exemplo este ano um dos grandes responsáveis pelo titulo de MF é mesmo uma borracha filha deste casal, sendo 3 vezes a primeira do Columbófilo em MF e sempre na Cabeça do distrito, só fez 4 concursos de MF, este ultimo concurso da especialidade faz 1º distrital. Esta fêmea tem uma historia engraçada: o ano passado no leilão de Serpa, que o autor esteve também presente, essa fêmea passou toda a tarde dentro de uma caixa dentro do carro do Rui, estava prometida e ia ser oferecida a um individuo de Monte Trigo que anteriormente tinha oferecido um borracho a esta equipa, Bento Moita & Filho que também se revelou ser um borracho com boas qualidades e ela seria um regalo para agradecer essa atitude do columbófilo amigo, só que obra do acaso o moço não pôde ir ao leilão e a borracha voltou para casa, tornando-se uma das principais obreiras desta sucesso em 2018, sorte de uns azar de outros…

Até ao momento o pombal oferece poucas condições, está situado no primeiro andar, conta apenas com duas pequenas secções e este ano vai ser um ano de transição, vai-se dar inicio a mais um ciclo com a mudança de instalações.

O Columbofilia Online deseja as maiores felicidades e que daqui em diante muitos títulos se possam juntar a este. Parabéns.

Top 10 Distrital Meio Fundo (Zona Norte)

Class. Concorrente Coletividade Pontos
Bento Moita & Filho Sec. Col. C.P. Pias 8447
José Ameixa Soc. Col. Asas de Beja 8439
José Lampreia Soc. Col. Serpa 8429
José Dores Soc. Col. Asas de Beja 8412
Melrinitas Turismo Rural Soc. Col. Serpa 8362
Restaurante o Nay Soc. Col. Serpa 8325
Luis Brito Soc. Col. Asas de Beja 8229
Nuno Palma & Rato & Isabel Soc. Col. Asas de Beja 8173
Jacinto Fialho Soc. Col. Asas de Beja 8163
10º Rui Vilalva Soc. Col. Asas de Beja 8155

 Melhores Pombos MF – Distrital Zona Norte

6476719/16 POR 56572 Manuel F Zacarias Goncalves Sec.Col.C.P.Pias 4862
7263117/17 POR 57873 Jorge & Goncalo Soc. Col. Asas de Beja 4802
6223651/16 POR 53922 Jose Luis Braizinha Dores Soc. Col. Asas de Beja 4739

 

Campeão Distrital Zona Norte – Borrachos – 2018

Raul Cofones – Serpa

CO – Quem é Raul Cofones?

Raul Cofones, 41 anos, Serralheiro Civil de profissão, natural e residente em Serpa.

36582845_234453073947627_1403030820486119424_n

CO – Como começou o seu interesse pela columbofilia?

Tudo começou em 1990 com a oferta de um casal de pombos por um familiar. Nessa altura havia um pombal perto da escola que frequentava e os intervalos eram passados a observar esses pombos a voar. Depois, juntamente com um colega de escola e vizinho, construímos o primeiro pombal na casa dele e anilhámos os primeiros pombos em 1991. Voámos nesse pombal durante 2 anos com a dupla Gonçalves e Cofones. Com 17 anos, construí um pombal em minha casa, onde voei 1 ano. Aos 18 anos iniciei o serviço militar e deixei de voar. Depois de vários anos fora de Serpa por motivos profissionais, regressei a Serpa, onde voltei a acompanhar a columbofilia com mais assiduidade. Quando consegui ter um espaço para poder construir um pombal, iniciei com cerca de 6 casais de reprodutores. Em 2017 anilho os primeiros pombos e em 2018, regressei à competição com 82 borrachos. 

CO – Quais os principais títulos alcançados até ao momento?

São todos, em especial este ano com o regresso à competição, com o título de campeão geral de borrachos na sociedade columbófila de Serpa, no bloco e no distrito – zona norte.

36582363_234453207280947_6844029819240316928_n

CO – Quais os pombos que contribuíram para este grande sucesso este ano?

Tive 3 ou 4 pombos mais destacados, no entanto, foi a homogeneidade da colónia que permitiu alcançar este título. 

CO – Quais as principais linhas de pombos cultivadas?

As minhas principais linhas são baseadas em pombos ganhadores na minha zona,sendo de salientar 3 casais, onde está um macho e uma fêmea de José Lampreia, de Serpa, uma fêmea de Melrinitas Turismo Rural e todos eles cruzados com a linha da campeã nacional de António Lampreia, de Serpa.

36576922_234453173947617_2053485290839867392_n

CO – Faça-nos uma breve discrição das instalações.

As instalações foram totalmente construídas por mim, inclui um pombal de machos com 42 ninhos, um pombal de fêmeas, com 60 poleiros e duas voliers laterais, e um pombal de reprodutores, com 14 cacifos. 

Raul Cofones agradece….

Agradeço a todos aqueles que me ajudaram neste regresso à columbofilia, à minha família pelas horas de ausência, e ao João Carlos Carrasco, que está sempre disponível para me ajudar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: