Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

O País Columbófilo está a ir a votos…

Depois de Setúbal o ano passado, este ano Santarém, Porto e agora à minutos chegou a informação de Lisboa… os tempos estão a mudar, a nova geração está a tomar as rédeas da condução da columbofilia…a mudança está em curso…os catedráticos perderam o seu espaço aos olhos dos associados e novo sangue está a chegar…o que nos reserva este novo ciclo??????

Caros amigos, e leitores do Columbofilia Online, numa das minhas viagens conheci o Médico dentista Fernando Silva e tive a oportunidade de estar à conversa com ele e perceber que apesar do seu pouco tempo para praticar a columbofilia, ainda consegue encontrar um espaço na sua vida para o dirigismo. Gostei particularmente de falar com ele e admiro a forma esclarecida como analisa as várias questões que debatemos. Não querendo abusar do homem nem do columbófilo pedi-lhe que aceitasse fazer um breve comentário ao panorama Nacional, em especial a este período de eleições que decorrem de norte a sul do país Columbófilo. Sendo difícil encontrar parceiros que possam colaborar de forma esclarecida, positiva e constantemente com o Columbofilia Online sugeri que o Dr.Fernando nos pudesse no futuro fazer este trabalho, em virtude de sentirmos a necessidade de podermos contar com um grupo de amigos residentes que pudessem comentar a actualidade columbófila, ficaríamos muito agradados com essa situação. Desde já deixo algumas repostas a perguntas que lhe coloquei. Obrigado desde já…

CO – Como analisa este ano , que é um ano particular, em virtude do País estar quase por completo em eleições, para as associações e para a federação?
Pela Parte da FPC são bem visíveis as melhorias com o avanço do portal do columbófilo e dos campeonatos nacionais, a nível distrital espera-se que naqueles em que os directores se vêm mantendo a já algum tempo, haja mudança que possa promover um rejuvenescimento.
CO – Quais as expectativas quanto a mudanças num futuro próximo?
As expectativas quanto a mudanças num futuro próximo não são animadoras. tem que se repensar de que modo poderá estancar a constante diminuição de columbófilos.
CO – Será que podemos contar com alterações de fundo daqui em diante?
Tem que se alterar o paradigma dos campeonatos nacionais, nivelando o mais possível a formula que apura os coeficientes dos vários columbófilos para que se aproxime o mais possível da realidade nacional. Uma vez que existem grandes diferenças na quantidade de pombos enviados pelos vários distritos.

CO – Quais as expectativas quanto ao futuro de Lisboa, distrito onde reside. O que deveria acontecer neste prestigiado distrito para haver um salto qualitativo em termos de condições para pombos e columbofilos e mesmo a nível competitivo?
Quanto ás expectativas para o futuro de Lisboa é também querer a mudança. Isto é, a entrada de uma nova equipa e consequentemente um programa inovador. Sendo que o programa da lista B vencedora das eleições aos órgãos sociais da ACDL, espelha uma alteração quer qualitativa em condições para pombos e columbófilos quer a nível competitivo. Nomeadamente:
Melhorar o sistema de ventilação, abeberamento e alimentação das galeras. Elaborar o zoneamento de acordo com uma competição distrital o mais justa possível, não descorando a importância vital de Lisboa estar devidamente bem representada no âmbito nacional.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: