Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Caldeira & Morais – Crato

Caldeira hoje com 63 de idade, continua a ser uma figura emblemática no distrito de Portalegre. Quem não o conhece? De norte a sul do País marca presença sempre que é chamado e também nos eventos relevantes não deixa de estar presente. Paulo Morais um jovem de 44 anos, excelente jogador de pombos. Conhecedor técnico do pombo quer na vertente física, quer na vertente desportiva, sem esquecer a parte fisiológica, que também e devido à sua profissão de enfermeiro, tem aprofundado e dedicado muito do seu tempo a essa matéria. Um columbófilo de mão cheia. Começou a ficar sem tempo para tratar de pombos, devido aos afazeres profissionais, pelo menos, tempo suficiente para tratar ao mais alto nível, como gosta de competir e posto esta situação, resolvem no ano de 2011,  juntar esforços e dai resulta a dupla Caldeira & Morais. Individualmente dois campeões, e em parceria surge uma dupla vencedora, e digo vencedora porque já são inúmeros os títulos alcançados: Locais, distritais e Nacionais.

Vista dos Pombais de Competição

IMG_7434

 Esta colónia baseia.se em quatro ou cinco linhagens – Pata Esmagada, na sua grande maioria, depois Armindos (Via Diogo Caselas), Holandeses (via Júlio Bagorro) Holandeses ou também os denominados “Pequeninos”, (Via Diogo Caselas), a linha do 400 (via José Miguéns ), Herboots, ( via Filipe Martins ). Existem também alguns importados Van Loon, Koopmam e Flor Engels ( via Sol Nascente ). Actualmente jogam com várias equipas. Normalmente uma delas é alimentada com pombos de 2 ou 3 destas linhas cruzados entre si e são lançados nas provas de velocidade e Meio Fundo e a outra equipa, os fundistas resultado também do cruzamento de duas ou 3 linhas diferentes entre si. Na totalidade trabalham com 4, 5 linhas de pombos, claro sempre com algumas introduções e experiências, mas grosso modo cruzam dentro destes pombos

Uma das estrelas da campanha nesta campanha 2017

Encestada 3 X a Valência fez 1º,6º e 43º no clube em Portalegre (2017)

1º Distrital valência Nacional 1337 Pombos

4º Nacional Valência 50 000 Pombos

azul caldeira e morais

Um entrada espectacular… Caldeira limpe bem esse bebedouro…

IMG_7435

A 1815 é provavelmente a pomba mais completa que esta dupla alguma vez teve, tanto como dupla quer como columbofilos individuais. Obteve classificações nos dez primeiros do distrito em todas as especialidades, de onde se destacam: 

1º Distrital de Ocana (Meio Fundo) entre 3154 pombos,

10º Distrital de Talavera (Velocidade) entre 3496 pombos,

5º Distrital de Siete Águas (Fundo) entre 1086 pombos etc

De salientar que obteve em ambos os Valências de 2016 classificações nos vinte primeiros do distrito, obtendo um 19º no primeiro entre 1095 pombos e um 10º no 2º Valência entre 1043 pombos. No período entre os dois Valências viajou de Igualada 809Km obtendo um 45º Distrital, entre outras.  Uma pomba que resulta de um aprimoramento das raças já introduzidas à muitos anos e trabalhadas desde então.

femea crato com km Co

Praticamente ao nível de colectividade e distrital já todos os títulos foram ganhos como Columbófilos

Nos últimos 3 anos Distritais:

2015

Vice Campeão  Meio Fundo

2016

3º Campeonato Velocidade

2º Campeonato Meio Fundo

2º Campeonato Geral

Anilhas de Ouro, prata e bronze de Meio Fundo

Anilha Bronze Geral

 

2017

Campeão de Velocidade

Campeão de Meio Fundo

4º Campeonato geral geral

 

Anilhas de Ouro, Prata e Bronze de velocidade

Anilha de Ouro Meio Fundo

Anilhas de Ouro e Prata da geral

 

Vista Geral das Instalações de Adultos Voadores

IMG_7485

Pombal com 22 m de frente com 9 divisões, qualquer uma delas assente num fosso com a altura suficiente para a limpeza dos mesmos ser feita em pé. Têm ainda mais algumas divisões onde se alojam cerca de 40 casais de reprodutores, e um Pombal para alojar toda a borrachada que só tem direito a entrar nas instalações no 1º andar, depois de uma campanha como yearlings e têm de provar que merecem subir ao palco principal.

Apresentamos uma das pérolas da equipa

No clube

Ouro Geral

Ouro Meio Fundo

Bronze Velocidade

Distrito

 

Ouro Geral

Ouro Meio Fundo

Prata Velocidade

Nacional

 

15 pomba Ás de Meio Fundo com média de 7,649

 

pedrada caldeira e morais

O olhar posto no horizonte..vem algum a chegar?…

IMG_7474

(CO) – Utilizam frequentemente antibióticos, nomeadamente durante a campanha desportiva?

Caldeira & Morais – Claro que usamos antibióticos, eles são necessários e usamo-los em caso de enfermidade, é o quanto basta, relativamente aos tratamentos independentemente da altura da preparação ou campanha, utilizamos a nossa experiência como columbofilos para decidir quando e quais os tratamentos que vamos fazer, não fazemos tratamentos só porque sim, fazemos em caso de necessidade. Preventivos, não sabemos o que é, mas penso que seja aquilo que fazemos todos os dias no pombal, limpeza, não lotar pombais, sol etc etc, isso são preventivos nos pombos.

Uma lenda…nenhum craque do pombal pode dizer que não tem pelo menos uma ponta deste senhor: o “Para Esmagada”, tem feito não só esta colónia , mas sambem outras. Um sucesso como reprodutor.

pata esmagada pronto

Apenas enviam pombos a concurso que julgam estarem em bom estado de forma e que têm participado regularmente nas provas, e outros mais descansados, embora preparados para competir. Tentam enviar sempre os melhores do pombal, só assim se podem discutir títulos, deixar os melhores em casa pode ser sinal de insucesso.

O Caldeira junto da sua tertúlia, onde regularmente se degustam algumas iguarias com amigos de norte a sul do País.

IMG_7489

O seu sistema é Viuvez com machos e fêmeas, não dão preferência a nenhum dos sexos. Cada um tem as suas particularidades e requerem atenções diferentes, mas gostam dos dois, para se ter sucesso com ambos é necessário não tratar igual. Quer emocionalmente quer fisicamente ate nos humanos temos diferenças entre homens e mulheres e nos pombos é a mesma coisa. Utilizam a balança, mas dar fome é que não.

Deve ser um dos últimos Armindos ainda completamente Puro, um super pombo, um dos pilares da equipa.

armindo do ferro

 

Em columbofilia a preparação tem sempre de ser rigorosa. A gestão do esforço é elemento chave nas várias fases da época desportiva. A escolha dos participantes para as provas, é feita com base nas características de cada concurso, estado de forma dos pombos e fundamentalmente os pombos são escolhidos pelas suas características enquanto voadores. Só é possível isso acontecer quando se conhece muito bem os pombos que cultivados e como respondem ás diversas condições climatéricas e ás várias distâncias e horas de concurso.

IMG_7476

Caros leitores a titulo de curiosidade “A Vedeta” é um outro  exemplo formidável de como estes cruzamentos dentro das linhas cultivadas nestas instalações, resultam muito bem, uma fêmea que venceu inúmeros prémios, regressou a casa varias vezes a pontuar para o columbófilo e com uma particularidade muito interessante, ganhou em provas curtas  com medias altas e outras vezes baixas, em provas de média distancia rápidas e lentas em provas de longa distancia rápidas e lentas e depois foi a grande fundo e venceu a prova novamente, senhores este é o produto que todos procuramos… verdade?… Não apresentamos a foto da pombo porque, existe uma antiga que até já foi publicada, mas no presente e devido a um infortúnio, não será mais possível fotografar a mesma, mas merecia também este destaque e fica feito.IMG_3185

Já não é a primeira vez que o autor vai ao Crato, aliás se fosse sempre que é convidado, muitas mais vezes já tinha ido, e não é por falta de vontade, porque sou sempre muito bem recebido, mas o tempo por vezes não permite que nos desloquemos sempre que queremos  a onde queremos e gostamos de estar. Foi uma visita rápida, até porque como falamos com alguma regularidade até quase podia escrever sobre a dupla Caldeira & Morais sem ir ao Crato, à famosa Quinta da Pulga, local emblemático onde muitas tertúlias columbófilas são feitas e local onde se têm juntado grandes columbófilos à mesa. Mas é sempre um prazer falar sobre bons columbófilos e pessoas que se mantêm no topo distrital à muitos anos e que continuam com a jovialidade característica dos verdadeiros campeões. Já atrasado tínhamos feito uma matéria para o jornal “Mundo Columbófilo” e este ano surgiu esta oportunidade de voltarmos a completar o trabalho feito na altura. Muito fica sempre por dizer, as campanhas são compridas os anos passam e novas historias e novos craques vão surgindo e logo que surjam novos cá estaremos para fazer a sua divulgação, porque nós existimos para isso mesmo: apoiar os columbófilos, divulgar o pombo Português que não é inferior a qualquer outro no mundo. Um bem aja à dupla, obrigado pela recepção e até breve…

quinta da pulga

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: