Portugal Campeão do Mundo de Columbofilia 2018

Atlantic Cup -Competição de Alto Mar Resultados Finais

Microsoft Word - Documento1

prova final1.jpg

 

prova final 2.jpg

prova final 3.jpg

Microsoft Word - Documento1

 

A Associação Columbófila do Distrito de Lisboa decidiu organizar uma competição de Alto Mar, navegando por mares nunca antes navegados pelas Associações Columbófilas de Portugal Continental, e que parece à ACDLisboa ser um caminho que pode vir a fazer parte do Futuro da Columbofilia, como ja acontece nas Ilhas Portuguesas e em Taiwan ou na China, onde há muito tempo que as provas de Alto Mar são uma realidade.

A ACDLisboa teve a iniciativa de começar este caminho, e já fretou um Barco exclusivamente para a realização da “Atlantic Cup” na Época Desportiva de 2019.

20 KM.png

Neste sentido foi necessário pensar num regulamento mais justo, para que exista o máximo de equidade para os Columbofilos participantes dos vários distritos.

50 KM.png

200 KM.png

REGULAMENTO DA ATLANTIC CUP

1 – CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

A participação na ATLANTIC CUP será aberta a todos os Columbófilos de Portugal Continental.

As Classificações serão realizadas através de coeficientes encontrados dentro de Raios de 25 kms a contar da coordenada do Pombal mais perto do local de solta.

Cada columbófilo pode inscrever as equipas que desejar até ao limite da capacidade de transporte da ACDLisboa.

Cada equipa é constituída pelo máximo de 5 pombos.

Cada pombo individualmente inscrito tem o custo de 10€ e cada equipa de 5 pombostem o custo de 40€.

O Custo inclui a participação nos treinos de 20 kms, 50 kms e na Prova Final de 200
kms.

As inscrições estão abertas até dia 7 de Abril de 2019 e podem ser feitas em qualquer Colectividade do Distrito de Lisboa, ou em alternativa diretamente nos serviços administrativos da ACDLisboa junto dos seguintes contactos:

Tel: 965788868 / 961585888 Email: direcaoacdl@gmail.com
A ATLANTIC CUP só se realizará com a inscrição mínima de 900 pombos.

1.1 – CAMPEONATOS DO COLUMBÓFILO – ATLANTIC CUP
São apurados os dois primeiros pombos de cada equipa do concorrente na prova final, da seguinte forma:
– Média de voo entre as 2 médias em metros por minuto dos 2 primeiros pombos da mesma equipa, a dividir pelo coeficiente médio dos 2 primeiros pombos da mesma equipa no seu Raio.

Exemplo:
1º pombo 7340009/17 dos
“Asas de Lisboa B” = 1300 m/m
2º pombo 7340014/17 dos
“Asas de Lisboa B” = 1250 m/m
Média de voo entre as 2 médias = (1300 m/m + 1250 m/m) : 2 = 1275 m/m

1º pombo 7340009/17 dos “Asas de Lisboa B” = 4º lugar no seu Raio entre 500 pombos enviados
2º pombo 7340014/17 dos
“Asas de Lisboa B” = 25º lugar no seu Raio entre 500 pombos enviados
Média do Coeficiente dos 2 primeiros pombos = 4 x 1000 : 500 = 8 + 25 x 1000 : 500 = 50
8 + 50 = 58 : 2 = 29
Coeficiente final na prova do
“Asas de Lisboa B” = 1275 m/m : 29 = 43.9655
A Classificação Final dos Concorrentes será ordenada do Coeficiente maior para o Coeficiente menor.

1.2 – CAMPEONATOS DO POMBO ÁS – ATLANTIC CUP
Todos os pombos inscritos de todas as equipas concorrentes contam para a classificação do Pombo ÀS, obtida na prova final, da seguinte forma:
– Média de voo de cada pombo, a dividir pelo coeficiente obtido pelo mesmo pombo no seu Raio.
Exemplo:
Pombo 7340009/17 dos
“Asas de Lisboa B” = 1300 m/m
Pombo 7340009/17 dos
“Asas de Lisboa B” = 4º lugar no seu Raio entre 500 pombos enviados
Coeficiente do pombo 7340009/17 = 4 x 1000 : 500 (500 = ao nº pombos enviados neste Raio) = 8
Coeficiente final do pombo 7340009/17 na prova do
“Asas de Lisboa B” = 1300 m/m : 8 =162,5
A Classificação Final do Pombo ÀS será ordenada do Coeficiente maior para o Coeficiente menor.

1.3- Obrigatoriedade de existirem no mínimo 2 equipas de encestamento compostas por 3 columbófilos cada equipa para que as coletividades não sejam impossibilitadas de execução de encestamentos.

1.3.1- Todas as coleticvidades terão obrigatoriamente de entregar na concentração de cada prova, ao delegado de solta da respetiva galera, um envelope fechado com cópia dos boletins de encestamento de todos os columbófilos que encestaram à prova (campeonato do Columbofilo e do Pombo ÁS), devidamente assinados pelos 3 elementos da equipa de encestamento e
carimbados e assinados pelo conselho técnico da referida Colectividade.

1.3.2- Caso alguma Colectividade não cumpra com o descrito nos pontos 1.3 ,

1.3.1 os pombos encestados nessa Colectividade serão excluídos de todas as classificações.

1.3.3- As Coletividades terão de enviar para a ACDL no prazo máximo de 5 (cinco) dias, cópias da listagem de chegada de cada concorrente, copias carimbadas e devidamente assinadas pelo Conselho Técnico de cada Colectividade.
O não cumprimento do prazo de 5 (cinco) dias para o envio das listagens de chegada do concurso, implica a desclassificação automática da Coletividade e dos concorrentes na prova final.

1.3.4- Todas as coletividades de Lisboa podem efetuar encestamentos para a ATLANTIC CUP, nos restantes Distritos poderão existir algumas coletividades de encestamento, consoante o nº de pombos inscritos em cada Distrito.

1.3.5- Em Alternativa, podem os Columbófilos de outros Distritos que desejem participar na ATLANTIC CUP encestar nas seguintes coleticvidades do Distrito de Lisboa:Lourinhã, Azambuja, Alhandra e Sacavém.

2- CALENDÁRIO – ATLANTIC CUP


1º Treino 20 kms em Alto Mar dia 20 de Abril de 2019
2º Treino 50 kms em Alto Mar dia 28 de Abril de 2019
Prova Final 200 kms em Alto Mar dia 4 de Maio de 2019

2.1- CALENDÁRIO DE ENCESTAMENTOS – ATLANTIC CUP

1º Treino 20 kms em Alto Mar dia 18 de Abril de 2019, no horário de cada Colectividade para o encestamento da prova calendarizada do respetivo fim-de-semana.

2º Treino 50 kms em Alto Mar dia 27 de Abril de 2019, no horário de cada Colectividade para o encestamento da prova calendarizada do respetivo fim-de-semana.

Prova Final 200 kms em Alto Mar dia 2 de Maio de 2019, no horário de cada Colectividade para o encestamento da prova calendarizada do respetivo fim-de-semana.

2.2 Qualquer uma das soltas previstas podem em caso de impossibilidade de realização de alguma solta, serem adiadas ou canceladas.

2.3 – Cabe à Direção e ao Conselho Desportivo da ACDL, se achar necessário de forma aleatória ou não, controlar e fiscalizar todos os pombos / caixas / encestamentos e todos os processos inerentes aos Campeonatos promovidos e organizados pela ACDL.

3- PRÉMIOS – ATLANTIC CUP

3.1 – CAMPEONATO DO COLUMBÓFILO

1º – Faixa de Campeão + Prémio figurativo + 1 semana em Hotel 4**** Algarve + 250€ em vale de compras em lojas da modalidade
2º – Prémio figurativo + 1 semana em Hotel 4**** Algarve + 125€ em vale de compras em lojas da modalidade
3º – Prémio figurativo + 1 semana em Hotel 4**** Algarve + 75€ em vale de compras em lojas da modalidade
4º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve
5º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve
6º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve
7º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve
8º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve
9º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve
10º – Prémio figurativo + 1 fim-de-semana em Hotel 4**** Algarve

3.2 – CAMPEONATO DO POMBO ÀS

1º – Anilha Ouro + 50€ em vale de compras em lojas da modalidade
2º – Anilha Prata
3º – Anilha Bronze
*NOTA: Estes prémios são garantidos se existirem o mínimo de 1200 pombos inscritos, um número inferior de inscrições levará à alteração e reorganização dos prémios calculados.

4– ENTREGA DE PRÉMIOS – ATLANTIC CUP

4.1 – Consideram-se homologados os resultados dos campeonatos, 15 dias após a publicação da classificação, salvo o caso de existência de qualquer processo desportivo ou disciplinar pendente.

4.2 – A ausência do Columbófilo premiado ou de seu representante legal, na GALA de entrega dos prémios, implica que os mesmos tenham de ser levantados na sede da ACDL, em dia e horário de funcionamento da ACDL.

4.3- Os prémios da ATLANTIC CUP serão entregues na Gala Distrital de entrega de prémios relativos a campanha desportiva 2019, que será inserida na Organização da Exposição Distrital de Lisboa, com supervisão do Conselho Standard que se realizará em local e dataoportunamente a designar.

5- CASOS OMISSOS

5.1 – São considerados casos omissos todos aqueles que não se achem previstos no presente Regulamento.

5.2 – Os casos omissos serão resolvidos pelos Direção e pelo Conselho Desportivo da ACDL 18 Março de 2019

A Direção e o Conselho Desportivo da ACDLisboa

 

 

Sem nome

%d bloggers like this: